Segunda, 15 de Julho de 2024
24°

Tempo nublado

Simões Filho, BA

Cultura São Paulo

54º Festival de Inverno de Campos do Jordão oferece música clássica e cultura gratuita

Na cidade, atrações serão no Parque Capivari e na Capela São Pedro Apóstolo; na capital paulista, na Sala São Paulo e Universidade Mackenzie O post...

22/06/2024 às 12h51
Por: Redação Fonte: Secom SP
Compartilhe:
Haverá mais de 60 concertos com entrada gratuita
Haverá mais de 60 concertos com entrada gratuita

O Festival de Inverno de Campos do Jordão, reconhecido como o maior evento de música clássica da América Latina, chega à sua 54ª edição em 2024. A programação artística ocorre de 29 de junho a 28 de julho e está dividida entre três espaços em Campos do Jordão e dois na capital.

Neste ano, haverá mais de 60 concertos, todos com entrada gratuita. A programação completa pode ser acessada no site oficial do Festival de Campos do Jordão . O festival é realizado pelo Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas, em parceria com a Organização Social Fundação Osesp.

Leia também: 54º Festival de Inverno de Campos do Jordão abre edital para jovens músicos

Na cidade da Serra da Mantiqueira, o tradicional Auditório Claudio Santoro, o Parque Capivari e a Capela São Pedro Apóstolo, localizada no Palácio Boa Vista, integram o circuito. Já na capital paulista, as apresentações incluem a Sala São Paulo e a Universidade Presbiteriana Mackenzie. Na programação artística, destacam-se apresentações do Uruguai, Chile, Colômbia, Inglaterra e Suíça, além dos grupos brasileiros.

“É um imenso prazer realizar mais uma edição do maior e mais tradicional evento de música clássica da América Latina. Uma questão muito relevante sobre o Festival de Inverno de Campos do Jordão é a formação de jovens músicos promissores, que conseguem neste evento uma visibilidade que faz a diferença. Com este evento, o Governo de São Paulo segue com seu compromisso de promover a cultura e toda a sua transversalidade”, afirmou Marília Marton, secretária da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo.

Módulo pedagógico

O Módulo Pedagógico do Festival é considerado o “coração” do evento. Nesta edição, oferece 137 bolsas de estudo integrais a jovens músicos: 119 para instrumentistas, seis para regentes, seis para piano e seis para violão.

Durante um mês, os 65 professores desenvolvem duas semanas de prática orquestral e duas de música de câmara, música antiga e camerata (total de aproximadamente 1.200 horas-aula). Entre as atividades, os alunos terão atividades de: Prática de Orquestra, Música de Câmara, Música Antiga e Camerata, além de integrarem a Orquestra do Festival, a Orquestra Bach (de Música Antiga) e a Camerata do Festival, com diversos concertos agendados em todos os palcos.

Os maestros convidados serão: o brasileiro Luis Otávio Santos (com a Orquestra Bach do Festival em repertório dedicado às suítes de Bach); o italiano Lorenzo Tazzieri (regendo a Camerata do Festival no programa Gala Puccini); e, à frente da Orquestra do Festival, o chileno Maximiano Valdés e Marcelo Lehninger, do Brasil.

Com a Orquestra do Festival, os bolsistas apresentarão o balé “O Pássaro de Fogo” de Stravinsky em 20 de julho. Eles também atuarão em “La Mer”, uma das obras-primas de Claude Debussy, em 27 de julho. E, ainda, os alunos de regência realizarão um concerto no Parque Capivari com a GRU Sinfônica em 27 de julho. Três performances da filarmônica na Sala São Paulo, na capital do estado, terão transmissão ao vivo no YouTube do Festival, nos dias 7, 21 e 28 de julho

Prêmio Eleazar de Carvalho

Ao final do curso, há a entrega de diversos prêmios, sendo o maior deles o “Eleazar de Carvalho”, que homenageia o criador do Festival. Neste ano, o festival seleciona o músico que mais se destacar para ganhar uma bolsa de estudos no valor de US$ 1400 mensais (cerca de R$ 7,5 mil). Com o traslado entre o Brasil e o exterior sendo pago pela organização, o escolhido pode estudar por até nove meses em uma instituição estrangeira de sua escolha.

Com bolsas na Academia de Música da Osesp, a Fundação pode premiar outros bolsistas que se destacarem nas atividades.

Acessibilidade

Toda a programação de concertos do 54º Festival de Inverno de Campos do Jordão contará com recursos de acessibilidade: audiodescrição (todos os concertos) e interpretação em Libras (concertos com coro e voz), realizadas sob demanda do público, pela empresa parceira Ver com Palavras.

Sobre o festival

Fundado em 1970 pelos maestros Eleazar de Carvalho, Camargo Guarnieri e Souza Lima, o Festival de Campos do Jordão combina uma programação de música de concerto com um trabalho pedagógico amplo e qualificado. Ao longo de suas 54 edições, o evento se consolidou como o maior e mais importante festival de música clássica da América Latina. Ele oferece aos bolsistas a oportunidade de vivenciar importantes nomes da música nacional e internacional, além de proporcionar uma programação cultural de qualidade. Essa iniciativa beneficia não apenas a cidade, mas também toda a região, ampliando o acesso à música erudita.

“A Fundação Osesp vem realizando o Festival desde 2012, mas nossa história está intimamente ligada ao evento – a maior parte de nossos músicos foi bolsista e, antes de termos a Sala São Paulo como residência, Campos do Jordão foi a casa da Osesp por décadas durante o inverno. O Festival movimenta a economia na região da Serra da Mantiqueira, leva ao público uma programação de excelente qualidade e, nessas mais de cinco décadas, enriquece grandemente o cenário da música clássica no Brasil, além de promover inúmeras interlocuções ao redor do mundo com seus alunos e professores”, conta o Diretor Executivo da Fundação Osesp, Marcelo Lopes.

Siga o canal “Governo de São Paulo” no WhatsApp:
https://bit.ly/govspnozap

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários