Segunda, 15 de Julho de 2024
24°

Tempo nublado

Simões Filho, BA

Sociedade Simões Filho - BA

O Tabu de um Negro Pobre da Periferia Almejar um Cargo Político Executivo no Brasil

A questão da representatividade negra na política executiva brasileira ainda é um assunto cercado de desafios e preconceitos. No Brasil, a ascensão de negros pobres da periferia a cargos políticos executivos como Presidente, Governador ou Prefeito enfrenta barreiras impostas por um sistema dominado por capitalistas e aristocratas políticos. Estes, em sua maioria, não apoiam e fazem de tudo para impedir que um negro pobre da periferia chegue ao poder.

08/07/2024 às 18h45 Atualizada em 08/07/2024 às 18h49
Por: Jairo Conceição
Compartilhe:
Arquivo / Vamos Adiante
Arquivo / Vamos Adiante

Em Simões Filho, cidade da Região Metropolitana de Salvador, essa realidade não é diferente. A resistência dos políticos capitalistas e aristocratas a ver homens e mulheres negros ocupando posições de decisão, legislando em prol das causas raciais e inclusão social, e lutando por melhores condições nas comunidades onde moram, é uma clara demonstração de que o racismo estrutural ainda prevalece. Esse movimento não se restringe apenas aos indivíduos que almejam cargos políticos, mas é um ataque a toda a raça negra brasileira. A mensagem é clara: não querem negros ocupando esses espaços de poder.

Uma das maiores hipocrisias políticas ocorre justamente em Simões Filho. A oposição de esquerda à gestão atual repete o mesmo erro que a direita cometeu e continua cometendo contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Argumentos preconceituosos de que Lula não tinha capacidade de governar o Brasil foram amplamente disseminados. No entanto, Lula está aí, governando hegemonicamente, demonstrando que o preconceito não o impediu de chegar ao poder.

Outra hipocrisia política em Simões Filho é observada nas bases que, nas últimas eleições nacionais, apoiaram fervorosamente a direita liberalista. Hoje, muitos desses apoiadores estão na esquerda e continuam a perpetuar narrativas preconceituosas, afirmando que um negro pobre da periferia não pode assumir um cargo executivo. Esses mesmos indivíduos que chamaram Lula de ignorante e analfabeto, agora na esquerda, aplicam as mesmas narrativas preconceituosas contra negros que buscam espaço na política.

A verdade é que um negro pobre da periferia pode estar onde quiser. A luta por direitos e representatividade deve ser dentro das quatro linhas da constituição que nos rege. A resistência e a resiliência são fundamentais para romper com as barreiras impostas por um sistema que ainda privilegia uma minoria elitista e preconceituosa. A sociedade brasileira precisa reconhecer e valorizar a diversidade, promovendo a inclusão e a justiça social para todos.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Simões Filho - BA
Simões Filho - BA
Sobre o município O município de Simões Filho, antigo distrito de Água Comprida, tem sua história marcada pela herança colonialista portuguesa e se inicia com o cultivo de cana-de-açúcar que perdurou entre os séculos XVI e XVII. Posteriormente, com a devastação das matas, aparecem os engenhos de Bois de Moenda.
Simões Filho, BA Atualizado às 09h06 - Fonte: ClimaTempo
24°
Tempo nublado

Mín. 21° Máx. 27°

Ter 27°C 22°C
Qua 27°C 21°C
Qui 27°C 20°C
Sex 27°C 21°C
Sáb 27°C 21°C